Necessidade de ter um Seguro de Crédito

A gestão financeira é algo de extrema importância, não importa o segmento da sua empresa. A falta dela pode representar uma sequência de riscos que poderiam ser facilmente evitados. De acordo com dados do Serasa, o número de empresas inadimplentes em 2018 chegou a 5,4 milhões, um aumento de 10,8% em relação a 2017.

Esse um dos principais fatores para a falência de uma empresa. Um case que pode ser estudado como exemplo é a atual crise da Argentina, que decidiu declarar moratória das dívidas do país. Isso significa que os prazos de pagamentos serão adiados, incluindo até mesmo o que deve no Fundo Monetário Internacional (FMI). A crise vem trazendo reflexos para todos os setores, principalmente a de importações e exportações. Somente de janeiro a julho deste ano, o Espírito Santo enfrentou uma queda de 22%.

Para fugir desse cenário e não sofrer calotes, é deve ser levado em consideração recorrer ao seguro de crédito. Essa tem sido a solução ideal para garantir maior proteção às empresas.

Sem surpresas

Não é possível prever como estará o cenário brasileiro. Situações socioeconômicas tendem a oscilar bastante, causando instabilidade nos investimentos. Um seguro de crédito pode ser o melhor amigo desses momentos incertos.

Quando acionado, ele garante o pagamento de uma dívida pendente do cliente. Dessa forma, ainda que inadimplente, a empresa não corre o risco de ter que parar as atividades.

Assim, é possível que sua empresa se proteja contra o não-pagamento de créditos, garantindo que a receita não seja prejudicada.

Mais suporte

O seguro de crédito te oferece suporte em momentos em que seus clientes se tornam devedores. A seguradora faz uma análise de crédito de seus clientes, definindo, então, um limite individual de exposição de risco para cada um.

Além disso, a seguradora oferece, também, um serviço de gestão de cobrança. Dessa forma, é possível que seja encontrado uma solução para a quitação da dívida, de maneira amigável.

Nos casos onde a negociação não é realizada e não há o pagamento da dívida de qualquer forma, a seguradora paga à empresa uma indenização no valor da transação, garantindo a proteção financeira.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial